O COBOL orientado a objeto

International Standard Organization (ISO) aprovou em 2002 (e depois revisou em 2014) um novo padrão para o COBOL que, dentre outras alterações, tentou unificar a notação da orientação a objetos na linguagem.

A ISO forçou a barra? Ou essa evolução era realmente necessária?

Continuar lendo O COBOL orientado a objeto

Emuladores de terminal para mainframes

Emuladores de terminal são programas que permitem que um usuário utilize um computador pessoal para interagir com mainframes. Existem emuladores para diferentes plataformas (Windows, Linux, MacOS, IOS, Android…), alguns com mais outros com menos recursos, e preços que vão de US$ 19 a US$ 300.

Neste artigo falaremos sobre as funcionalidades mínimas que um bom emulador deve ter e apresentaremos uma lista dos emuladores mais populares no mercado, inclusive duas opções gratuitas.

Continuar lendo Emuladores de terminal para mainframes

O famigerado comando ALTER

Poucos comandos podem ser tão contrários às boas práticas de programação em COBOL quanto o comando ALTER. Mas entender como ele funciona, o que ele se propõe a fazer e quais são os efeitos a longo prazo podem nos ajudar a pensar melhor em nossos programas, antes de começar a codifica-los.

Continuar lendo O famigerado comando ALTER

Como aprender a programar em Natural

O NATURAL é uma linguagem de quarta geração, desenvolvida pela empresa alemã Software AG. Ela teve grande disseminação no Brasil, principalmente em empresas públicas, a partir dos anos 1980 e 1990. Muitas empresas ainda usam essa linguagem em larga escala, principalmente no setor de bancos e na área de telecomunicação.

Praticamente não existem no Brasil cursos presenciais ou à distância para formação de programadores em Natural. Mas com alguma disciplina e procurando nos lugares certos, é possível encontrar na internet alguns recursos que podem ajudar quem pretende (ou precisa) dominar essa linguagem.

Continuar lendo Como aprender a programar em Natural

O controverso comando GO TO

Combatido pelas patrulhas das melhores práticas e banido de linguagens mais novas como Java e Phyton, mesmo profissionais de TI com pouca experiência em programação COBOL acreditam piamente que o GO TO é um mal que precisa ser combatido. Mas existe alguma situação em que seu uso possa ser justificado?

Continuar lendo O controverso comando GO TO